Saiba tudo sobre os tipos de vidro

Postado por em / 0 Comentários

Saiba as principais diferenças entre os tipos de vidro

Uma das grandes vantagens do vidro é sua versatilidade. Além da aplicação mais comum, em esquadrias, ele serve até como estrutura. Mas, para uma utilização correta e segura, é necessário seguir as especificações da norma 7199 da ABNT. Guarda-corpos e coberturas, por exemplo, pedem vidros laminados, que são compostos de duas ou mais chapas do material unidas por filmes de segurança.

Outras condições do local, como ventos e diferenças de temperatura, também influenciam. Por isso, somente um projeto detalhado pode determinar a espessura e o jeito correto de fixar os vidros. Sacadas e varandas ainda não têm uma norma publicada, mas de qualquer modo devem ser fechadas por algum vidro de segurança, seja laminado ou temperado.

Este último tem resistência cinco vezes maior que o vidro comum. Placas temperadas e laminadas são a combinação recomendada para degraus de escada e pisos, que têm espessura e tamanho indicados pela carga, uso e fatores ambientais.

Tipos de vidro

  1. Monolítico: vidro comum, usado em caixilhos de alumínio.
  2. Temperado: um choque térmico na fabricação o torna cinco vezes mais resistente que o comum. Se quebrar, produz pedaços pequenos e não cortantes.
  3. Laminado: sanduíche de duas ou mais placas de vidro, que leva no miolo uma película de segurança (PVB, EVA ou resina). Se romper, a película retém os pedacinhos.
  4. Aramado: vem com uma malha de aço no meio da massa. É um vidro de segurança (a malha de aço retém os cacos), e também tem função de isolante termoacústico.
  5. Duplo, ou insulado: conjunto de duas folhas separadas por uma camada de ar, que isola ruídos e proporciona conforto térmico.
  6. Refletivo, ou espelhado: reflete a luz e não absorve tanto calor.
  7. Controle solar seletivo: transparente, recebe diferentes camadas de produtos químicos para determinar a quantidade de luz e calor que passará pelas chapas.
  8. Serigrafado: colorido, é impregnado de tinta no forno de têmpera.
  9. Jateado: jatos de areia ou pós abrasivos fazem desenhos opacos na superfície.
  10. Impresso: apresenta relevos e texturas na superfície, feitos no processo de fabricação.
  11. Acidado: submetido a solução ácida, torna-se opaco.
  12. Curvo: moldado a quente em fôrmas a partir de 3 mm de espessura, é feito sob encomenda.
  13. Blindado: as camadas plásticas existentes entre as várias lâminas de vidro amortecem o impacto e oferecem resistência.
  14. Autolimpante: possui uma camada metalizada que tem como principal componente o óxido de titânio. Os raios ultravioleta ativam as propriedades autolimpantes do vidro, não deixando a sujeira fixar na superfície da chapa.
  15. Antirreflexo: passa por um processo que tira o brilho de sua superfície, tornando-se antirreflexo, sem alterar a sua capacidade de transmissão da luz.

 

Fonte: casa.com.br

 

 

Comentários fechados